Tamarindus indica L.





Sempre existiu dúvidas sobre a pronuncia correta, é tamarino ou tamarindo? Não se preocupe as duas formas estão corretas. O tamarindo (tâmara da Índia) é originário da África Tropical, de onde se dispersou por todas as regiões tropicais, com seus imponentes 25 mts de altura.
Os árabes denominavam a Tamarindus indica L. de “Tamr al-Hindi”, ou seja, “tâmara da Índia”.
Popularmente conhecido como maléfico, as armas feitas com a madeira dessas árvores eram vistas como invulneráveis. O tamarindeiro é uma árvore com uma copa densa e pode alcançar até 25m, sendo apreciada também como forma de ornamentação em áreas urbanas, chácaras e sítios, devido sua imponência.
Seu fruto é uma vagem alongada, com 5 a 15 cm de comprimento, com casca pardo-escura, lenhosa e quebradiça, contendo 3 a 8 sementes envolvidas por uma polpa parda e ácida, possuindo o maior teor de proteínas, glicídios e elementos minerais em relação a demais frutos de outras espécies.
A utilização do tamarindo dá-se, principalmente, a partir da polpa, no preparo de doces, sorvetes, licores, sucos concentrados e ainda como tempero para arroz, carne, peixe e outros alimentos (nunca experimentei). A determinação da maturidade de frutos pode ser feita por vários métodos, entre os quais, fenológicos (dias após a antese), observações visuais (cor da casca, tamanho e formato do fruto) e físicas (abscisão, densidade e firmeza). Porém, os resultados obtidos por esses métodos podem variar, dependendo do local de cultivo, cultivares e condições climáticas do ano de crescimento. Para Warrington et al. (1999), um dos índices mais utilizados na determinação do ponto de colheita é o número de dias desde a floração até o desenvolvimento pleno do fruto, outros contam 245 dias e pronto.
Para as sementes, o estudo do processo de desenvolvimento envolve observações sobre as modificações de natureza morfológica e fisiológica desde o momento da fecundação do óvulo até atingir a maturidade. As características normalmente estudadas são: tamanho, teor de água, conteúdo de massa seca, germinação e vigor, além de características bioquímicas que, analisadas em conjunto, permitem uma estimativa do estádio de maturação, possibilitando a identificação da maturidade fisiológica das sementes.
O tamarindo é muito consumido nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, tendo se adaptado a essas regiões facilmente, devido ao clima que é mais quente.
A propagação do Tamarindo acontece por meio de sementes, alporquia e garfagem. Utilizado também na medicina caseira por suas leves propriedades de ação laxativa.
Mas o melhor do Tamarindo é poder consumir seu suco de sabor exótico e refrescante.





Nome Científico: Tamarindus indica L.
Nome Popular: Tamarino, Tamarindo
Família: Cesalpinaceae
Origem: África Tropical
Características: árvore de porte majestoso, alcança até 25 m.
Clima: cresce bem em locais de climas tropical
Solo: não é exigente
Utilização: a polpa é acidulada, sendo consumida fresca, seca ou cristalizada, também usada para preparo de refrescos (meu predileto), sorvetes, pastas, doces e licores. As sementes terão que ser cozidas.
Propriedades: Refrigerante, laxativo, edulcorante.
Propagação: sementes. alporquia e garfagem.
Indicações: Na medicina popular é indicado para prisão de ventre, com ação laxativa ligeira, útil como temperante nas doenças inflamatórias e febris.




Tecnologia do Blogger.