Ginkgo biloba





Os turistas que visitam as montanhas de Zhongnan na China, se surpreendem com o extraordinário fenômeno que se repete a centenas de anos, onde a espécie Ginkgo biloba forra o chão com a queda de suas folhas, formando um tapete natural no tom de dourado.
A árvore milenar, com mais de 1400 anos de vida, encanta a todos durante o Outono, proporcionando um verdadeiro espetáculo de cores. Suas folhas caídas ao chão formam um tapete amarelo natural, que atrai milhares de curiosos todos os anos.
A mais de 1,2 mil quilômetros de Pequim, o pátio de um templo budista nas montanhas de Zhongnan, é o cenário deste fantástico fenômeno da Natureza.
O mais encantador é a simetria que se forma no gramado e a beleza das folhas em tom de amarelo vibrante, mesmo depois de caídas ao chão.
Considerada um fóssil vivo, a espécie ginkgo biloba existe há mais de 150 milhões de anos (desde o tempo dos dinossauros), tendo sobrevivido à mudanças climáticas, desastres naturais e até bombas nucleares. Nos países orientais, é o símbolo da paz e da longevidade e, por isso, tornando-se muito comum seu cultivo em templos budistas.
Amplamente utilizada na medicina, a Ginko biloba possui vários benefícios como por exemplo, melhorando as performances do cérebro (memória, concentração, ansiedade), facilitando o fluxo sanguíneo, ajudando em distúrbios gastrointestinais e ainda em muitos casos auxiliando no combate ao câncer. Suas sementes são utilizadas na culinária Chinesa em um prato vegetariano chamado de "buddha's delight" (prazer do buda, na tradução livre).
Olhando tanta beleza é impossível ficar indiferente ao que nos proporciona a Natureza.







Tecnologia do Blogger.