Ochna aerrulata




Nome Científico: Ochna aerrulata
Nomes Populares: ócna ou óquina
Origem: África do Sul
Porte: grande, pode chegar até a 3m
Flores: amarelas que nascem diretamente dos ramos na Primavera
Cultivo: como planta isolada em jardins
Solo: humoso, rico em matéria orgânica e bem drenado
Clima: quente
Luminosidade: sol pleno
Irrigação: frequente
Dificuldade de Cultivo: as flores amarelas não são duráveis, mas deixam cálices verdes que adquirem com o tempo um tom vermelho e se tornam frutos pretos, muito apreciado para os pássaros.
Multiplicação: sementes, estaquia




A Ochna aerrulata pertencente a família botânica Ochnaceae, é um arbusto originário da África do Sul e ficou conhecida popularmente no Brasil como Ócna, se adaptando bem ao nosso clima quente.
Possue flores amarelas na Primavera que não são muito duráveis, motivo pelo qual foi deixando de ser cultivada em muitas regiões. A bela espécie exige regas frequentes, porém sem encharcamentos, deve ser cultivada em meia sombra ou sol pleno, em solo humoso, drenável e rico em matéria orgânica. Seu porte é grande, podendo chegar até 3 metros e se tornar planta invasiva conforme determinadas condições, sua multiplicação acontece por meio de sementes e estaquia.
Seus frutos são muito apreciados por pássaros, sendo assim, ótima opção para atraí-los para seu jardim.
Esta bela espécie também pode ser cultivada em grandes vasos ou floreiras.


 

Tecnologia do Blogger.