Psychotria elata - A Flor do Beijo



A exótica Psychotria elata ou flor-do-beijo como ficou popularmente conhecida, esta ameaçada de extinção devido o aumento do desmatamento em suas regiões de habitat natural, trata-se de uma curiosa planta arbustiva que chama a atenção principalmente por suas inflorescências viçosas, de brácteas de cor vermelho vivo brilhante, que se assemelham muito a lábios femininos bem carnudos. 
A Psychotria elata possui ramagem avermelhada, folhas verdes bem brilhantes e suas flores de cor creme lembram pequenas estrelas que são grande atração para pequenos beija-flores e borboletas. Deve ser cultivada preferencialmente em solo fértil, rico em matéria orgânica e a meia sombra, de preferência em locais bem quentes e úmidos, as regas devem ser regulares porém sem encharcamento, não tolera o frio ou geadas, nem longos períodos de estiagem, é facilmente reproduzida por estacas ou sementes, estas condições de cultivo se assemelham muito as encontradas em seu habitat natural, as florestas tropicais da América do Sul e Central (Costa Rica, Panamá, Jamaica, Equador, Colômbia, Belize, México) onde a flor-do-beijo atinge até 1,5 mts. de altura. Suas brácteas vermelhas que são o grande charme desta planta tem um período curto de vida e logo caem dando lugar as suas flores.




Nomes Populares: Flor-do-beijo, Flor-de-lábios, Lábios-de-prostituta, Lábios-quentes, Planta-dos-lábios-quentes
Nome Científico: Psychotria elata
Sinonímia:Cephaelis elata, Cephaelis costaricensis, Cephaelis punicea, Evea elata, Tapogomea elata, Uragoga punicea
Família: Rubiace
Origem: América Central, América do Sul, Belize, Colômbia, México, Jamaica, Panamá, Equador, Honduras, Costa Rica
Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais
Porte: até 1.5 mts de altura
Luminosidade: Meia Sombra
Solo: fértil, rico em matéria orgânica
Curiosidades: Sua flor de vermelho brilhante intenso lembram lábios femininos.





Tecnologia do Blogger.