Xerochrysum bracteatum





Nome científico: Xerochrysum bracteatum
Nome popular: flor-de-palha
Origem: Austrália
Características: o colorido e a rusticidade são suas principais qualidades
Solo: rico em matéria orgânica
Clima: se adapta bem a todos os climas
Cultivo: maciços e na variedade anã em bordaduras ou vasos e floreiras
Luminosidade: sol pleno
Porte: até um 1,2 m de altura
Irrigação: periódica
Adubação: mensalmente, preferencialmente orgânico
Dificuldade de cultivo: nenhuma
Propagação: por sementes
Curiosidades: são envolvidas por bracteas que dão aspecto de flor seca
 





 
Originária da Austrália a Xerochrysum bracteatum já foi largamente cultivada no sul do país pelos descendentes de alemães onde conquistou milhares de admiradores. De fácil cultivo e crescimento rápido pode chegar facilmente aos 1,2 metros de altura.
A exótica Strohblume ou flor-de-palha como ficou popularmente conhecida, possui também uma variedade anã que não passa dos 30 cm de altura. Suas flores são envolvidas por brácteas que lhe conferem um curioso aspecto de flor seca, motivo pelo qual ficou conhecida como flor-de-palha.
Multicolorida, floresce na Primavera em grande quantidade, possui cores desde a tradicional amarela, bem como, rosas, vermelhas, bicolores, laranjas e esbranquiçadas, todas de longa duração, tornando-se ideal para compor arranjos.
A flor-de-palha tradicional é cultivada formando maciços e a flor-de-palha anã pode facilmente ser cultivada em floreiras ou vasos ornamentais.
Encontrada em viveiros e floriculturas de todo o Brasil, seu preço é considerado baixo e sua facilidade para se adaptar em todas as regiões do País, torna esta bela espécie muito difundida.
Deve ser cultivada em solo rico em matéria orgânica e bem drenado, sempre exposta ao sol pleno.
Por ser de fácil cultivo a flor-de-palha não é exigente quanto ao adubamento, então, utilize apenas esporadicamente.  Sua propagação se dá por meio de sementes.






Tecnologia do Blogger.