Ipomoea purpurea



Nome Científico: Ipomoea purpurea
Nomes Populares: Glória-da-manhã, Bom-dia, Bons-dias, Campainha, Corda-de-viola, Corriola, Jetirana
Família: Convolvulaceae
Categoria: Trepadeiras
Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América Central, América do Norte, América do Sul
Solo: Fértil, rico em matéria orgânica
Regas: Regulares
Altura: 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Anual
Multiplicação: Sementes





A Ipomoea purpurea é uma espécie trepadeira anual originária da América Central, América do Sul e América do Norte, pertencente a família botânica Convolvulaceae.
Esta bela trepadeira de rápido crescimento, ficou conhecida popularmente no Brasil como Glória da Manhã e rapidamente se tornou uma excelente opção para cobrir pequenas estruturas.
A Glória da Manhã possui caule herbáceo e delicado, recoberto por finos pêlos amarronzados e por causa de seu crescimento vigoroso escala rapidamente o apoio oferecido, se enrolando em torno dele e alcançando de 2 a 3 metros de altura ou comprimento.
Sua folhas são cordiformes ou trilobadas, verdes e muito vistosas. As flores grandes e em forma de trompete surgem na primavera e verão, abrindo-se pela manhã e fechando-se ao entardecer e podem se apresentar nas cores branca, rosa, roxa ou azul, em tonalidades diversas e muitas vezes multicolores. O fruto é uma cápsula trivalva com sementes grandes e triangulares, que germinam com facilidade.
É muito utilizada no paisagismo principalmente por cobrir rapidamente estruturas leves como treliças, cercas, grades de janelas e arcos. Pode ser cultivada em vasos ou floreiras, desde que seja oferecido tutoramento.
Deve ser cultivada em ambientes de sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, rico em matéria orgânica e irrigado regularmente.
Planta típica de clima tropical, não tolera o frio ou geadas, é capaz de resistir curtos períodos de estiagem. Nos países de clima temperado é cultivada unicamente como anual, enquanto que em regiões de clima tropical pode perenizar, porém perdendo a beleza e o vigor após um ano, sendo necessário o replantio. Multiplica-se por sementes.




Cuidados:
É considerada uma planta daninha, principalmente em cultivos anuais. É possível observar seu crescimento espontâneo em terrenos baldios e na beira de estradas, é considerada invasora em diversos países. Suas sementes contêm substâncias psicoativas, sendo tóxicas caso ingeridas.
Tecnologia do Blogger.