Penjing - Micropaisagismo Natural





Penjing é uma técnica criada por monges budistas a mais de 3.500 anos atrás, onde momentos ou locais são recriados em escala reduzida, utilizando-se plantas e pequenas peças de artesanato. A reprodução de uma paisagem natural em forma reduzida foi criada para dar vida as recordações que haviam ficado do lado de fora dos monastérios, já que naquela época a fotografia não passava de um sonho.
No Brasil essa fantástica arte ainda é muito pouco explorada, principalmente por causa da falta de informações sobre os materiais, as proporções e as técnicas do Penjing e por não existirem publicações sobre o assunto traduzidas para o nosso idioma.
Os trabalhos de Penjing mais valorizados são aqueles que conseguem reproduzir com perfeição e riqueza de detalhes grandes áreas em apenas poucos centímetros. Produzidos em suiban de mármore ou em bandejas de fibra de vidro, o Penjing lembra muito os jardins de fadas (Fairy Gardens), que são ambientes recriados no jardim que idealizam como seriam a vida das fadas. 

O micropaisagismo chinês possui 3 principais variações:

Sanshui são paisagens completas representadas com construções, plantas e animais.
Suihan é traduzida do chinês como água e terra, técnica que reune os elementos da Sanshui com representações de lagos, rios e mares, sem o uso de água.
Shumu é o cultivo conduzido de espécies, que teria dado origem ao bonsai.










Tecnologia do Blogger.