Vriesea sp



Nome Científico: Vriesea sp
Nomes Populares: Vriésia, Bromélia-vriésia, Espada-de-fogo, Gravatá
Família: Bromeliaceae
Categoria: Bromélias
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: América Central, América do Sul
Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros
Regas: controladas
Solo: substrato para epífitas
Luminosidade: Meia Sombra
Ciclo de Vida: Perene
Multiplicação: separação da planta mãe e sementes



Originárias de florestas úmidas, as Vriésias são bromélias epífitas ou terrestres pertencentes a família Bromeliaceae muito rústicas que vegetam sob meia sombra, não tolerando o sol pleno, o frio e ambientes muito secos.
As plantas mais conhecidas deste gênero são pequenas de folhas macias e brilhantes, verdes ou avermelhadas e sem espinhos, podendo ter listras amarronzadas.
É um dos gêneros mais populares, prestando-se a muitas hibridizações comerciais. As suas inflorescências variam quanto à forma, podendo ser espigadas, retas e achatadas ou pendentes e delicadas, muito duráveis que permitem sua permanência em ambientes internos por longos períodos.
Sendo suas cores mais comuns o amarelo, o laranja e o vermelho.
Devem ser cultivadas a meia-sombra, em vasos ou jardineiras com misturas apropriadas para epífitas, com substratos a base de casca e fibra de côco, pedras, areia, musgo, etc.
As regas das Vrieseas devem ser realizadas sempre que o substrato secar. Multiplica-se por separação das mudas que se formam entorno da planta mãe após a floração, quando estas atingirem 2/3 do tamanho adulto, embora comercialmente seja multiplicada por sementes.
Tecnologia do Blogger.